Custo total de propriedade (TCO): entenda mais desse conceito na sua frota!

4 minutos para ler

O Custo Total de Propriedade (TCO) é o preço de compra de um ativo, mais os custos de operação. Avaliar o custo total de propriedade representa uma visão mais ampla do que é o produto e qual é o seu valor ao longo do tempo.

Em uma gestão de frotas, a técnica é comumente usada quando é preciso tomar decisões, principalmente se o assunto é aquisições. Dentro desse âmbito, algumas questões são motivos de grande atenção.

É o caso da gestão dos ativos, do orçamento e do planejamento, da seleção de fornecedores, do ciclo de vida dos serviços e equipamentos, da troca de veículos da frota e das decisões de locação ou compra, por exemplo.

Neste post, falaremos mais sobre o TCO e como ele pode ser benéfico para a sua gestão de frotas. Acompanhe!

Quais são os principais benefícios do TCO?

São inúmeros os benefícios do TCO para uma boa gestão de frotas. Alguns deles são:

  • fornecer uma estrutura para calcular o ROI;
  • fortalecer a tomada de decisão e a eficiência operacional;
  • determinar o ativo de melhor valor, a partir de alternativas;
  • dar apoio estratégico à gestão de custos, economizando em custos evitáveis;
  • viabilizar a análise de uma única unidade de negócios, bem como de toda ela;
  • ter uma análise mais abrangente de todos os custos potenciais envolvidos com a aquisição de um veículo durante a sua vida útil.

Como esse cálculo pode ser feito?

Para calcular o Custo Total de Propriedade, é necessário fazer a divisão dos custos em três categorias diferentes: aquisição, implementação e suporte ou manutenção.

Custos de aquisição

Nessa categoria, é considerado todos os custos relacionados com a aquisição, incluindo os investimentos necessários para que tenha um funcionamento pleno.

Quando se trata da gestão de frotas, o custo de aquisição leva em consideração a reposição de peças periodicamente, toda a estrutura operacional e o que for preciso para o desempenho dos veículos adquiridos, por exemplo.

Custos de implementação

Geralmente, nessa categoria, é feita a contratação de consultores externos, envolvendo a instalação de hardware e software, configuração de sistema e possíveis alterações em servidores de internet banda larga.

Custos de suporte e manutenção

No custo de suporte e manutenção, é feita a contabilização da implementação de novas funções ou sistemas, assim como atualizações, licenças, garantias, contratações de recursos humanos e de fornecedores externos.

O que deve ser analisado?

A compra de um veículo para a sua frota é um exemplo em que a comparação de custos é importante. Isso porque o custo total de propriedade de um veículo não é apenas o preço de compra, mas também as despesas incorridas com o seu uso, como consertos, seguro e combustível.

A análise do custo total de propriedade pode ser especialmente importante ao comparar um veículo usado com um novo. O fato é que sempre que você adquirir um veículo, é importante refletir sobre os seguintes pontos:

  • qual modelo de carro é o mais eficiente em termos de combustível;
  • se a marca e o modelo do seu carro afetam o valor que você paga pelo seguro;
  • se o veículo é novo ou usado — modelos mais antigos podem precisar de reparos com mais frequência;
  • se o veículo possui garantia e o que ela cobre;
  • quando o valor do veículo será depreciado.

Em certas situações, um modelo usado pode parecer um bom negócio no início, mas o TCO — assim como o seguro — pode ser significativamente maior devido a esses fatores. Simultaneamente, é possível substituir várias peças do veículo e não conseguir um valor de revenda justo no final.

O Custo Total de Propriedade pode ajudar de forma significativa a gestão de frotas, possibilitando um planejamento mais estruturado. Com os dados sobre o TCO, torna-se possível fazer uma análise assertiva dos impactos das aquisições, para saber se a operação foi positiva ou negativa. Ao obter o resultado da análise, as outras decisões ficarão mais direcionadas na gestão de frotas.

Se este post foi útil para você, aproveite e leia também sobre como planejar e agilizar a sua entrega para fidelizar clientes!

Posts relacionados