Rastreamento Veicular

Rastreador veicular: como escolher o ideal para sua empresa?

Rastreador veicular: como escolher o ideal para sua empresa
Movisat
Escrito por Movisat

É muito importante contar com o auxílio de um rastreador veicular nos momentos em que precisa de alguma informação no gerenciamento da sua operação ou também quando algum veículo da sua frota foi roubado — uma vez que isso evita maiores transtornos e possibilita a recuperação da carga. Mas é preciso tomar alguns cuidados para escolher o modelo mais adequado para o contexto da sua empresa. 

Por isso, neste post, vamos explicar como escolher o rastreador de veículos ideal para o seu tipo de negócio. Acompanhe as nossas dicas! 

Considere as necessidades da frota

Uma das principais dicas para escolher o rastreador veicular ideal é considerar as necessidades da sua frota. Isso porque cada empresa tem uma operação diferente e precisa de equipamentos com recursos específicos.

Por exemplo, existem rastreadores no mercado que marcam precisamente a quilometragem e a velocidade dos automóveis caso o objetivo da sua empresa seja os modelos que oferecem recursos para controlar o comportamento de uso do veículo, seu trajeto e uma avaliação precisa de consumo, você deve se atentar para essas especificações na hora de adquirir a tecnologia. 

Entenda a importância do tempo de atualização do posicionamento

Além de considerar as necessidades da sua frota, também é essencial entender a importância do tempo de atualização do posicionamento do veículo. Apesar de divulgado, não são todos os equipamentos que fornecem dados atualizados e em tempo real, o que pode prejudicar a sua empresa, tanto em precisão de dados como situações em que é preciso acompanhar o veículo no exato momento. 

Com isso, é aconselhável que você dê preferência para rastreadores que ofereça tempo de resposta mais rápido. Além disso, muitos modelos não têm capacidade para armazenamento de dados quando o veículo passa por uma área sem cobertura da rede de telefonia. Sabendo que a rede de telefonia no Brasil ainda não possui uma qualidade satisfatória, é de extrema importância um equipamento que faça o armazenamento de todas as informações quando encontrar-se nesta situação, a fim de que você não perca informações importantes da sua operação.

Confira a tecnologia de comunicação utilizada

Basicamente, há três tecnologias de comunicação disponíveis no mercado: via radiofrequência, via sinal de rede de telefonia (o mais utilizado) e a comunicação exclusivamente satelital. Cada uma costuma ser utilizada para objetivos específicos com vantagens e desvantagens, e a escolha vai depender, de novo, das necessidades da sua empresa. 

  • Radiofrequência: Tecnologia muito utilizada para aumento de segurança de cargas, ficando oculta junto da carga plantada estrategicamente. A vantagem desta tecnologia é o fato de não ser afetada pelo Jammer (equipamento utilizado pelos criminosos para embaralhar sinal e cortar a comunicação). A sua desvantagem é não possuir precisão do local exato no mapa, através de comunicação entre torres de comunicação ela exibe uma área grande de probabilidade de onde possa estar, sendo necessário acionar a equipe de pronta-resposta com o equipamento de detecção para fazer a busca.
  • Satelital: Tecnologia utilizada para acompanhamento de veículos que carregam cargas valiosas para longas distâncias, não correndo riscos com áreas de sombras, pois tanto a localização quanto a transmissão dos dados do equipamento ao sistema é feita somente pelos satélites. A desvantagem é que a comunicação satelital não possui grande capacidade de transmissão de dados, o que torna uma tecnologia dedicada mais a informação de localização e o tempo de novas transmissões é definido conforme a necessidade do cliente. A desvantagem é da tecnologia possuir um custo mensal alto, variando conforme os itens desejados. Atualmente empresas que necessitam desta tecnologia tem optado por fazer um plano híbrido, onde é a combinação da tecnologia Satelital com equipamentos da tecnologia de telefonia (GSM+GPRS) que possuem comunicação com a antena, sendo esta a principal comunicação,  permitindo alternar a comunicação para a tecnologia satelital sempre que enfrentar uma área de sombra.
  • GPS + Telefonia: É a tecnologia mais utilizada devido sua grande capacidade de transmissão de informações unida a um baixo custo mensal. O equipamento é composto de um GPS que triangula com satélites, captando a latitude e longitude, que permite exibir no sistema a localização precisa de onde encontra-se seu veículo no exato momento ou em um determinado horário. Esta é uma excelente ferramenta para localização e gestão para empresas. Sua única desvantagem é a dependência da estrutura da rede de telefonia de cada região, caso o veículo esteja em um local que não possua comunicação da telefonia (conhecido como áreas de sombra). 

Verifique os tipos de rastreadores disponíveis no mercado 

Por fim, para escolher o rastreador veicular ideal, é necessário verificar os tipos de rastreadores disponíveis no mercado. Isso é fundamental para acertar na escolha, pois cada modelo possui tecnologia com funções específicas e comunicação diferentes. 

Conheça 5 tipos de rastreadores disponíveis no mercado:

  • Fixo simples para localização: Estes equipamentos necessitam da instalação fixa no veículo e possuem uma tecnologia mais simples voltada para empresas que precisam somente localizar seus veículos no mapa.
  • Fixo com telemetria avançada: Estes equipamentos necessitam da instalação fixa no veículo e possuem uma tecnologia mais avançada, permitindo informar ao gestor da empresa dados de telemetria avançada do veículo, além de proporcionar uma gestão mais eficiente. Este tipo de equipamento possui também portas de comunicação para ser conectado a acessórios que aumentam a possibilidade de gerenciamento dos veículos (como pro exemplo identificadores de motoristas, sirenes, travas, comunicação satelital…)
  • Móvel recarregável para localização: Este equipamento não precisa de instalação. Possui bateria interna e um imã superpotente permitindo ser colocado em qualquer local do veículo ou até mesmo em bens como por exemplo uma mochila. Sua grande vantagem é poder utilizá-lo a qualquer momento em diversos bens que deseja monitorar.
  • Tomada móvel com localização e leitura da Rede Can (OBD): Equipamento conectado a tomada OBD do seu veículo que permite localização e leitura de telemetria avançada do seu veículo.
  • Isca de carga: Semelhante a um equipamento móvel, porém utiliza-se da tecnologia de radiofrequência, imune aos Jammer e também pode ser recarregável.

Não esqueça, para garantia de um serviço de qualidade, procure saber se o equipamento possui homologação pela ANATEL, qual chip é utilizado na tecnologia (operadora e quantos MB ele possui), servidor de hospedagem utilizado para hospedar os equipamentos e dados pro ele gerados, tempo que o servidor mantém o histórico para consultas diretamente no sistema e, principalmente, procure informações de experiências de outros clientes.

Neste post, mostramos como escolher o rastreador de veículos que mais se adequa ao contexto da sua empresa. Além disso, citamos a importância de contar com uma tecnologia que ajude a otimizar a gestão de frotas, facilitando o controle do tráfego dos veículos da sua organização.

Então, gostou do nosso texto? Entre em contato conosco e conheça mais sobre nossos serviços. Temos rastreadores que funcionam em tempo real de verdade!

Sobre o autor

Movisat

Movisat

Somos uma empresa de Rastreamento Veicular, especializada em Gestão de Frotas e Equipes. Nosso sistema auxilia na automatização de rotinas e processos, otimizando tomadas de decisões dos gestores através de dados precisos sem erro humano.

Deixar comentário.

Share This