Como otimizar a gestão de custos com a frota na empresa? Confira!

O que fazer para otimizar a gestão de custos da empresa?

4 minutos para ler

“Preciso realizar gastos que realmente agreguem valor” é uma frase que povoa a mente de gestores dos mais variados segmentos. Contudo, apenas pensar em mudar as coisas não ajuda muito. É preciso tomar atitudes efetivas para modificar o curso dos gastos do negócio.

Neste post, mostraremos dicas valiosas para a realização da gestão de custos na empresa. Será possível notar como as tecnologias vêm muito a calhar nesse processo, facilitando a análise por parte dos líderes e proporcionando novas estratégias. Siga a leitura!

Tenha um bom planejamento financeiro

Para fazer um bom planejamento financeiro, é ideal ter acesso às informações de funcionamento da empresa. Desse modo, será mais fácil ter o controle efetivo de todos os custos que envolvem a organização e desenvolver estratégias de acordo com os dados coletados.

Uma boa ideia é adotar um sistema de gestão de frota, que deixará o gestor totalmente atualizado quanto às operações e aos gastos correntes. Ao tomar nota de tudo o que vem sendo efetivamente consumido, ele conseguirá mapear os custos e elaborar um bom planejamento financeiro para o futuro próximo. Além disso, será mais fácil mapear gastos que pouco contribuem para o crescimento ou para gerar novas oportunidades de negócio e eliminá-los de vez.

Estabeleça metas claras

Quando o gestor se informa sobre todos os gastos e as estratégias que têm dado resultados, a definição de metas claras torna-se precisa. A empresa minimiza custos desnecessários e passa a alocar recursos em áreas que pouco têm se desenvolvido.

Com boas tecnologias, será bem mais fácil visualizar a alocação de recursos e focar naquilo que realmente produz lucros para a organização. Notou que uma área-chave da empresa tem recebido poucos investimentos? Com um software de gestão, será mais fácil mensurar os resultados e realizar alterações.

Mapeie os custos fixos e variáveis

Os custos fixos são aqueles dos quais você não consegue fugir, como o aluguel de imóveis (e de veículos) e planos de telefonia. Já os variáveis são aqueles que não se mantêm estáveis, como a utilização de combustível. Afinal, o preço dessa última varia de acordo com a utilização.

Uma boa medida para diferenciar custos fixos dos variáveis é conferir as planilhas mensais e analisar a variação entre os diferentes períodos. Uma empresa de gestão de frotas, por exemplo, consegue um gerenciamento melhor com um software de rastreamento de veículos.

Isso porque ela conseguirá monitorar de perto os trajetos, acompanhando o consumo de combustível por parte de cada motorista. Além disso, a equipe alocada dentro da empresa poderá sugerir rotas mais rápidas. Tudo isso serve para abater o volume de custos variáveis e gerar economia para o negócio.

Registre todas as despesas

Com a ajuda da tecnologia, será possível registrar todas as despesas e buscar formas de reduzir esses gastos no futuro. Para o gerenciamento de frota, um exemplo é o software de controle de abastecimento, que registra todas as ocorrências no sistema e garante o controle dos custos mensais com combustível.

Ele é, até mesmo, capaz de elaborar um ranking dos veículos mais gastadores de combustível. Assim, será mais fácil focar a sua estratégia, orientar os motoristas e verificar se há algum problema técnico causando o desperdício.

Agora que você conhece as ferramentas necessárias para realizar uma gestão de custos de qualidade, é hora de adotá-las em sua empresa. Com tecnologias adequadas, os gestores conseguirão não só analisar, como também tomar atitudes enérgicas em relação aos gastos excessivos e ao desperdício.

Gostou do artigo e quer conhecer outras dicas para melhorar o gerenciamento da frota? Então, leia agora mesmo o nosso post sobre controle de despesas!

Posts relacionados

Deixe um comentário