Controle de quilometragem: 5 práticas para fazer com eficiência

controlador de quilometragem
4 minutos para ler

Cuidar de um veículo é um processo que exige muita atenção, pois requer tempo, esforço e um investimento monetário bastante alto. É importante sempre saber a hora correta de realizar uma manutenção, troca de peças, entre outros. E uma maneira simples de conseguir monitorar essas variáveis é pelo controle de quilometragem de cada automóvel.

O controle de quilometragem é um sistema que permite manter as boas condições do veículo com revisões preventivas em dia. Assim, você sempre terá a noção de quantos itens já estão gastos e precisam de reparos, como sistema de freio, troca de óleo e fluidos do motor e suspensão, além de controlar o combustível.

É indispensável saber quando realizar uma manutenção, para evitar grandes problemas, podendo causar, até mesmo, uma parada total do carro. Pensando nisso, separamos 5 dicas de como realizar esse controle, possibilitando reduzir custos e focar em alta qualidade. Confira!

1. Saiba como o odômetro funciona

O odômetro é um instrumento de medição de quilômetros percorridos pelo veículo, desde quando sai da fábrica, e que fica localizado no painel do carro. Existem dois tipos de odômetros: o mecânico e o odômetro eletrônico.

O edômetro mecânico trabalha com um conjunto de engrenagens que permite a medição de quilometragem em tempo real, enquanto no eletrônico a aferição é digital. Além disso, eles podem oferecer duas informações ao motorista: a quilometragem total, que é o quanto o veículo andou desde quando saiu de fábrica, e a parcial, que permite iniciar, reiniciar e pausar o odômetro.

2. Verifique a originalidade da quilometragem

Para impedir qualquer tipo de fraude, verifique a originalidade da quilometragem do seu veículo, pois pode haver a possibilidade de ela ter sido alterada para apresentar um número menor do que realmente tem. Por isso, ao adquirir um carro, leve ele ao mecânico para que ele verifique a chance de ter algum tipo de alteração no odômetro.

3. Estabeleça uma rotina de checagem

Para garantir uma boa performance do veículo, é necessário criar e estabelecer uma rotina de checagem. Informações como iluminação, nível do óleo e freios podem ser observadas no próprio painel do veículo.

Assim, toda vez que for utilizá-lo, cria-se uma rotina e consegue-se manter em dia os check ups e os ajustes necessários, como também se programar em relação às trocas de componentes que já têm especificação de fábrica.

4. Registre todas as informações

Guarde e registre todas as informações geradas das manutenções do seu veículo e também anote os valores do odômetro. Isso faz ter mais controle de cada passo e das condições do carro.

Dessa forma, percebe-se quando o carro está dando problemas ou algum tipo de alteração, como o desgaste precoce das peças, a falta de troca de pneus, entre outros. Com a observação dos prazos de manutenção e o controle de quilometragem correto, evita-se esses problemas e obtém-se uma melhor previsão de custos.

5. Conte com a tecnologia

Além de utilizar as informações que o próprio veículo fornece, você pode utilizar de ferramentas precisas e mais eficientes. Os sistemas de monitoramento de veículo possuem softwares que são capazes de dizer a distância exata de quanto cada carro percorreu, além de acompanhar dados como velocidade média e combustível gasto por quilômetro, o que facilita muito na hora de abastecer.

O controle de quilometragem é algo indispensável para a vida útil de qualquer veículo, principalmente para as empresas de frota. A realização de um controle periódico fornecerá uma segurança muito maior ao motorista, tanto física quanto monetária.

Não realizar o controle de quilometragem pode resultar em perda de peças causadas por desgaste constante e, até mesmo, danos ao freio e acelerador. Consequentemente, fará com que uma manutenção de última hora torne-se cara, além de colocar a vida do motorista em risco, caso uma parte fundamental do veículo pare de funcionar durante algum trajeto.

Gostou do nosso artigo? Então compartilhe essas informações nas suas redes sociais para que seus amigos também possam ter acesso a conteúdos interessantes como este. 

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Share This