Gerenciamento de frota: 8 dicas imperdíveis para você aplicar!

4 dicas para melhorar seu gerenciamento de frota

6 minutos para ler

Para realizar um gerenciamento de frotas de modo mais eficiente, produtivo e rentável, é de suma importância adotar estratégias de gestão adequadas ao contexto do seu negócio.

É muito importante fazer um gerenciamento de frotas de modo assertivo e eficiente, a fim de conseguir melhores resultados e assegurar a economia de recursos.

A gestão deve otimizar a frota, com o intuito de aumentar sua eficiência e diminuir custos. Ao se tornar mais eficiente e barata, a frota eleva a satisfação do cliente e gera uma grande vantagem competitiva no mercado.

Dessa forma, neste post, apresentaremos 8 dicas para gerenciamento de frotas. Confira conosco! 

1. Analisar o consumo da frota

Uma das principais dicas para melhorar o gerenciamento do seu negócio é analisar o consumo da frota. Trata-se de um sério problema para o gestor a difícil tarefa de calcular precisamente os gastos com combustível, uma vez que os preços variam muito entre as regiões do país.

Por causa disso, é fundamental traçar uma rota antecipadamente para medir o quanto de combustível será necessário utilizar para chegar ao destino pretendido. Além disso, é bom tentar prever situações que possam atrapalhar o motorista, pois isso também contribui para a redução de custos. 

2. Gerenciar gastos de manutenção

Além de analisar o consumo da frota, outra dica para melhorar sua gestão de frotas é gerenciar gastos de manutenção. Para isso, você deve investir em softwares de automação de tarefas que possibilitem ter o controle total dos processos operacionais. Confira abaixo alguns dos benefícios dessa ferramenta:

  • acompanhar os prazos estabelecidos;
  • ter previsão de gastos com manutenção;
  • alimentar o histórico de serviços realizados em cada veículo.

Vale ressaltar que você pode utilizar essas informações para adotar a manutenção preventiva em seus veículos e ter mais previsibilidade de gastos. Dessa forma, você faz uma boa gestão, tendo a sua frota disponível para a realização das suas atividades.

3. Rastrear seus veículos

Rastrear seus veículos é outra orientação essencial para melhorar seu gerenciamento de frota. Isso porque desvios de rotas geram prejuízos, gastam o tempo destinado a outras atividades e podem fazer com que a sua empresa perca clientes.

Assim, faça uma administração eficiente com a utilização de soluções tecnológicas de rastreamento via satélite que forneçam diversas atualizações de posicionamento do veículo em tempo real. Com esse sistema, você vai ter inúmeros benefícios: 

  • aumento da produtividade;
  • melhora na qualidade das entregas com uma maior garantia da integridade física da carga;
  • identificação de realização de serviços no horário ou com atraso;
  • identificação de ociosidade da equipe;
  • avaliação de condução dos seus motoristas;
  • redução de custos com desgaste e reparos dos veículos;
  • diminuição do índice de acidentes;  
  • coleta de dados úteis.

4. Investir em tecnologia

Para fazer uma boa gestão de frotas também é fundamental investir em tecnologia. Trata-se de adquirir recursos tecnológicos para otimizar os processos e reduzir custos, sendo que o software de gestão de frotas se destaca nesse contexto por auxiliar o gestor a planejar todas as ações dentro da empresa. 

Além disso, invista em sistemas que usam satélites, câmeras, sensores, dispositivos de geolocalização etc. Tenha certeza de que você terá o retorno esperado em pouco tempo.

5. Avalie os resultados anteriores

Algo primordial no gerenciamento de frotas é avaliar os resultados anteriores, observando alguns elementos específicos que vão ajudar muito nos meses seguintes:

  • motoristas mais eficientes — quem levou menos multas, obteve média de consumo de combustível menor e teve menos sinistros na frota? Incentive e premie esses condutores, e faça com que eles sejam bons exemplos para os outros;
  • veículos mais econômicos e eficientes — quais modelos presentes na sua frota gastaram menos pneus, combustível e manutenção corretiva? Com a resposta a essa pergunta é possível saber qual caminho seguir no momento de renovar a sua frota;
  • centros de distribuição mais ativos — caso a sua organização atue com centros de distribuição, foque mais nos que tenham maior volume de movimentação. Averigue a capacidade de circulação de mercadorias e armazenamento, e considere realizar ajustes estratégicos que possam trazer mais economia e agilidade no fluxo logístico de empresa.

Cada tipo de negócio tem as suas particularidades. Logo, dentro do perfil da sua organização e do setor de atuação, existem outros elementos a serem avaliados antes de colocar a mão na massa. Tenha atenção e não perca nenhum detalhe! Minuciosidade é essencial no gerenciamento de frotas, então procure se atualizar antes de olhar para a frente.

6. Otimize as rotas

É função da gestão selecionar as rotas que apresentem a melhor combinação entre mais segurança, menor distância e mais acessibilidade. Caso exista uma rota curta e segura, mas que seja pouco acessível, então ocorrerá uma perda de tempo se o condutor precisar passar por ela. Da mesma forma, uma rota acessível e curta, mas perigosa, pode colocar em risco o motorista, a carga e o prazo da entrega.

É preciso se basear em dados coletadas sobre possíveis caminhos e determinar qual é o melhor percurso a ser feito para cada momento. Com isso, ocorre a diminuição dos gastos devido à quantidade reduzida de combustível, já que a eficiência acontece graças à entrega rápida e segura.

7. Siga a legislação

Ao seguir as leis de trânsito e normas de segurança é possível evitar problemas com multas, fiscalização, retenção de veículos, entre outros gargalos. Caso o veículo esteja com manutenção e documentos em dia, e se a carga estiver sendo transportada do modo correto, o veículo não terá o risco de receber multas ou de ser retido.

É importante ressaltar que o motorista também deve agir com muita responsabilidade, sem consumir medicamentos proibidos ou álcool, além de não ultrapassar a velocidade permitida e respeitar o trânsito.

8. Conte com um bom suporte

Caso a atividade principal da sua organização não esteja ligada com o gerenciamento de frota, é recomendado delegar essa gestão a um profissional que tenha a experiência exigida para essa função. Somente assim será possível manter o foco no seu negócio principal e elevar sua lucratividade e eficiência com a logística de operações.

Neste post, falamos sobre dicas para gerenciamento de frotas e como ter mais praticidade ao administrar sua frota. É útil integrar o negócio com todos esses recursos para que os gestores possam realizar tomadas de decisões com dados precisos.

Então, gostou da leitura? Essas dicas foram úteis para você melhorar o seu gerenciamento de frota? Então, não perca mais tempo e entre em contato conosco para saber como podemos ajudar!

Posts relacionados

Deixe um comentário