O que pode causar incêndio no veiculo? Confira neste post!

Saiba o que pode causar incêndio no veículo e entenda como se prevenir!

4 minutos para ler

O incêndio é uma ocorrência que o motorista não espera em seu automóvel, mas isso pode acontecer com qualquer pessoa, independentemente do modelo e ano do carro, caminhão, etc. São diversos motivos que podem causar incêndio no veículo, como altas temperaturas no motor.

Além da possibilidade de perda total, há riscos graves e, até, fatais. Com isso, o modo de agir nessa situação para minimizar os danos e, principalmente, evitá-los geram muitas dúvidas entre os motoristas.

Diante disso, preparamos este artigo com as principais causas de incêndio em veículos, para que você saiba como prevenir e agir diante dessa ocorrência. Acompanhe!

Quais os principais riscos de incêndio no veículo?

Existem diversos fatores que podem gerar um incêndio veicular, bastando apenas o surgimento de uma faísca em contato com fluidos inflamáveis. No entanto, entre os principais riscos de incêndios alarmantes, podemos citar os seguintes.

Veículo muito velho

Com o passar do tempo, é natural que determinadas peças do veículo se tornem ressecadas. Aqueles com mais de 15 anos são os mais suscetíveis a incêndios, porque a trepidação dos itens do motor, associados ao ressecamento das peças que transportam o combustível, pode causar desencaixes e rompimentos, provocando vazamentos e aumentando o risco.

Manutenção de baixa qualidade

Uma manutenção incorreta, feita com peças mal encaixadas ou inadequadas no motor, pode colocar em risco a vida de todos os integrantes do veículo. Além disso, pode causar vazamentos e fazer com que o veículo pegue fogo.

Vazamento de líquidos inflamáveis

Mangueiras e cabos em más condições podem contribuir para o vazamento de líquidos inflamáveis. Estes, ao entrar em contato com qualquer faísca, favorecem a geração de incêndio veicular.

Curto-circuito

Esse é outro fator que pode causar incêndio no veículo, pois panes elétricas e curto-circuito geram a passagem de excesso de corrente, que favorecem pequenas faíscas. Essa condição, em contato com combustível e líquidos inflamáveis, pode ocasionar incêndio.

Falta de manutenção preventiva

Esse está entre os principais vilões que contribuem para esse tipo de ocorrência. A falta de manutenção veicular faz com que peças e mangueiras se ressequem e quebrem e, estando em contato com o motor quente ou faíscas, pode fazer com que o carro pegue fogo.

Como prevenir tais situações?

Embora eliminar por completo os riscos seja algo difícil, existem diversas ações que podem prevenir o incêndio veicular e reduzir os danos. Confira a seguir.

Realizar manutenção preventiva

A revisão completa realizada pelo mecânico de confiança possibilita saber como está o funcionamento do veículo, independentemente da idade e modelo. Assim, a manutenção preventiva assegura que itens desde fiação, componentes metálicos e vazamentos sejam reparados.

Manter um extintor de incêndio no veículo

Ter esse item no carro se tornou facultativo. Mas continua sendo obrigatório para veículo utilizado no transporte coletivo de passageiros, produtos inflamáveis e caminhões. Por isso, para garantir a sua segurança no início de combustão, o extintor é bastante válido.

Como proceder em situações de incêndio no veículo?

Situações de incêndio veicular requerem muita atenção e cuidado, pois, além dos danos materiais, também há risco para a saúde das pessoas. Diante disso, veja a seguir como proceder nestes casos.

Estacionar em local afastado

Ao sentir cheiro de queimado ou suspeitar de fumaça, estacione o veículo imediatamente, de modo que mantenha distância de outros automóveis e áreas que possam favorecer o incêndio, como postes de iluminação e árvores.

Desligar o veículo

Desligue o motor o quanto antes para evitar curto-circuito e retire todos os ocupantes do veículo, deixando-os em segurança, afastados do automóvel.

Usar o extintor

Com o extintor em mãos, abra uma pequena parte do capô do veículo, posicione e acione o equipamento.

Chamar os bombeiros

Se a chama estiver apagada, deixe resfriar o motor e chame os bombeiros. Mas, se o fogo ainda permanecer, afaste-se do veículo e acione os bombeiros imediatamente.

Saber o que pode causar incêndio no veículo é uma condição muito importante. No entanto, a principal medida é evitar que isso aconteça e traga prejuízos materiais e à sua saúde. Por isso, preze pela segurança e mantenha a manutenção adequada do veículo.

Gostou do nosso artigo? Tem alguma dúvida? Então nos conte aqui nos comentários e participe!

Posts relacionados

Deixe um comentário