Gestão

3 dúvidas esclarecidas sobre dimensionamento de frotas

3 dúvidas esclarecidas sobre dimensionamento de frotas
Movisat
Escrito por Movisat

O dimensionamento de frotas deve começar pelas necessidades da empresa. Combinar a quantidade de entregas com o tipo de material e o número de veículos é fundamental para otimizar o fluxo organizacional. Além disso, a variedade de automóveis também é importante. Como as entregas são diversas, procure manter opções preparadas para as mais pesadas e volumosas, e outras para demandas mais individualizadas e personalizadas.

Também é preciso investir na gestão de riscos aplicada à gestão de frotas para otimizar todo esse processo de dimensionamento de frotas. Pensando nisso, preparamos este post com outras dúvidas comuns e relevantes sobre esse assunto. Continue a leitura e saiba mais!

1. O que é dimensionamento de frotas?

O dimensionamento de frotas é um método direcionado para o planejamento e a otimização das práticas de transporte da organização durante um período, o que é essencial para a empresa, independentemente do tamanho da frota.

Afinal, se ela for grande, o gasto com veículos não utilizados poderia ser aplicado em outras áreas da organização. Já as pequenas podem impedir que a empresa faça todas as entregas vinculadas. Isso quer dizer que, além do prejuízo financeiro, a reputação da marca também está em jogo.

Alguns fatores importantes devem ser levados em consideração no processo de dimensionamento de frotas. Um deles é o custo operacional, que pode ser mensurado por alguns requisitos adotados pelo gestor.

É essencial levar em consideração a economia que pode ser gerada por determinados veículos. Escolher modelos para integrar a frota sem levar em conta alguns critérios objetivos ou até mesmo perder o controle sobre o registro de reabastecimentos pode causar danos financeiros significativos.

O controle inteligente de abastecimentos, por exemplo, pode ser adotado para visualizar de forma simplificada o registro de ocorrências e monitorar a média de consumo, garantindo a utilização adequada de combustível para dimensionar a frota de forma mais precisa.

A etiqueta de um carro é outro indício significativo de que esse veículo consome uma quantidade reduzida de combustível em comparação com outros modelos — e ainda pode indicar uma opção menos poluente, contribuindo com a sustentabilidade da empresa.

2. Como dimensionar as frotas de maneira correta?

O dimensionamento de frotas permite otimizar e planejar as atividades vinculadas ao transporte com a finalidade de melhorar sua produtividade. Para fazê-lo de forma direta e simples, vale considerar a necessidade da empresa e adicionar um percentual de veículos reserva, que serão usados quando os titulares estiverem em manutenção.

Caso tenha filiais onde a quantidade de automóveis seja reduzida, considere a locação em vez de ter reservas parados. Se o gestor não conseguir definir o percentual adequado, é possível alugá-los e determinar a quantidade após um período de análise.

Se a empresa tiver um pool de veículos, o ideal é que o administrador estabeleça uma quantidade inicial e atenda o excedente com locação avulsa de automóveis. Assim, pode-se ajustar a quantidade e reduzir as locações quando necessário.

É importante ressaltar que não se deve definir a quantidade de veículos pelo pico, evitando automóveis parados. Dessa forma, o gestor terá redução de custos com veículos, manutenções, despesas e até automação de tarefas diárias.

Para otimizar os resultados e agregar valor, é necessário aplicar as boas práticas de gestão de riscos no gerenciamento da frota. Para os gestores da área de transporte, essa aplicação é essencial para diminuir custos e riscos, além de otimizar o processo de entrega de cargas.

A gestão de risco é importante para organizar todas as informações relacionadas ao planejamento da companhia, além de auxiliar nas possibilidades de economia de combustível e no mapeamento dos custos de manutenção.

Como vimos, a necessidade de controlar o nível de reabastecimento é essencial à gestão de frotas. O gerenciamento de riscos aplicado à logística buscará alternativas ao consumo desenfreado. Além disso, o rastreamento de veículos é outra opção para fiscalizar os trajetos e evitar percursos prolongados que gerem custos à infraestrutura da instituição.

3. Qual é a importância dessa prática?

Para o adequado dimensionamento da frota, devem ser apreciados aspectos relativos à locomoção da carga, quantidade de entregas a serem efetuadas, número de condutores, tipo de carga transportada, distâncias percorridas, peso dos veículos e assim por diante.

Um dos principais objetivos é indicar para cada rota o tipo e a quantidade de veículos mais adequados, para, assim, minimizar o custo da operação. Adotar o dimensionamento de frotas é essencial para resolver esse problema. Veja outras vantagens dessa iniciativa:

  • mais agilidade e segurança no transporte de mercadorias;
  • mais eficiência para a operação e a logística corporativa;
  • maior precisão no cálculo da quantidade de viagens;
  • planejamento criterioso da frota específico para cada serviço;
  • redução de riscos e acidentes;
  • maior precisão no cálculo da quantidade de veículos e de viagens;
  • redução de despesas.

A hora certa de renovar sua frota depende de múltiplos fatores. Além dos cuidados com o consumo de combustível e a gestão de riscos aplicada à logística, é necessário ficar atento com a própria imagem da companhia.

Gastos excessivos com manutenção podem paralisar as atividades de uma empresa ou fazer com que ela opere com recursos escassos, atrasando as entregas. Uma gestão ineficiente pode comprometer os investimentos estratégicos em segurança operacional, o que pode ocasionar o roubo de cargas e danos severos à imagem da empresa.

Para controlar melhor os processos e integrar os setores, uma boa prática é adotar um dashboard gerencial, que mapeia as irregularidades, as deficiências e provê soluções efetivas no combate dessas anomalias.

O dimensionamento de frotas é um conjunto de procedimentos que requer cuidado por parte do gestor. Com a aplicação adequada, entretanto, a tendência é que os custos de manutenção e gerenciamento sejam reduzidos significativamente.

Ajuda é o que não falta para gerir bem os processos e, além disso, diversas soluções especializadas estão disponíveis no mercado para garantir vantagem competitiva com o dimensionamento de frotas, como o rastreamento de veículos e o controle inteligente de combustível. A tecnologia surge, então, como importante fator de diferenciação em um mercado acirrado.

Gostou do nosso post e quer conhecer mais conteúdos como este? Então, siga-nos no Facebook para conferir as nossas atualizações em primeira mão!

Sobre o autor

Movisat

Movisat

Somos uma empresa de Rastreamento Veicular, especializada em Gestão de Frotas e Equipes. Nosso sistema auxilia na automatização de rotinas e processos, otimizando tomadas de decisões dos gestores através de dados precisos sem erro humano.

Deixar comentário.

Share This