Gestão

Rodízio de caminhões: entenda aqui como funciona!

rodizio de caminhão
Escrito por RockContent

Grandes cidades tendem a ter população elevada. Com esse amplo número de pessoas, é natural que as ruas contem com muitos carros e um trânsito intenso. Para evitar os transtornos causados por esse excesso de veículos, surge o rodízio.

O rodízio de caminhões é uma medida que limita o número de engarrafamentos, principalmente nas vias mais procuradas. Neste post, falaremos mais sobre ele e como os gestores de frotas podem se resguardar nessa situação. Siga a leitura!

Como funciona o rodízio de caminhões?

Essa determinação surge em cidades com uma grande quantidade de veículos rodando, característica que inviabiliza a fluidez do trânsito e compromete a segurança dos transeuntes. Além disso, é uma medida que visa reduzir a poluição e até mesmo o estresse dos motoristas, que podem ficar presos por horas em engarrafamentos.

O rodízio pode funcionar de maneira permanente, como é o caso da aplicação em cidades como Atenas, Santiago, La Paz e São Paulo, ou de forma parcial, como ocorre em Paris, Londres, Milão e outras grandes metrópoles com uma grande concentração de veículos.

Por que surgiu essa determinação?

Para entender a lógica da determinação, é importante ressaltar que o rodízio não se aplica somente aos caminhões. Carros de passeio também são impedidos de circular em alguns dias, de acordo com as suas placas.

Assim, tomando o exemplo de São Paulo, podemos citar os veículos com placas final 1 e 2, que são impedidos de rodar às segundas-feiras, e aqueles cujas numerações terminam com 3 e 4, que não circulam nas terças-feiras. A proibição não engloba o dia todo, mas apenas os períodos das 7h às 10h e das 17h às 20h.

No Brasil, o caso de São Paulo é emblemático para explicar a implementação do rodízio. A cidade conta com mais de 12 milhões de habitantes, sem contar aqueles que residem em municípios próximos e têm que se deslocar até a capital.

Dessa forma, permitir que milhões de pessoas possam circular ao mesmo tempo é bastante desgastante e perigoso, elevando o risco de acidentes. Além disso, o rodízio é benéfico para o meio ambiente, já que alivia a poluição causada pelos veículos.

Como a tecnologia pode ajudar os gestores de frota?

Por mais que os líderes de uma empresa possam estar bem informados sobre as particularidades de um rodízio de caminhões, muitos motoristas podem acabar burlando a legislação, mesmo que de forma involuntária.

Portanto, contratar um sistema de entrada e saída de veículos é uma ótima ideia para controlar o fluxo de carros e garantir que a empresa não se torne mais vulnerável a multas e outras sanções. Com ele, será mais fácil controlar a saída de veículos de determinadas placas que sejam enquadradas no rodízio.

Como pudemos ver no artigo, o rodízio de caminhões é uma prática adotada em grandes cidades para desafogar o trânsito, preservar o meio ambiente e garantir mais segurança para os indivíduos. São Paulo é um exemplo de metrópole que implementou a prática.

E aí, o que achou do post? Quer continuar lendo mais conteúdos assim? Então, siga-nos nas redes sociais: estamos no Facebook, no LinkedIn e no Twitter!

Sobre o autor

RockContent

Deixar comentário.

Share This