Gestão

Conheça os riscos de usar peças usadas de caminhões na sua frota

peças usadas de caminhões
Escrito por RockContent

No cotidiano dos caminhoneiros, é comum a necessidade de reparos e manutenções de última hora, o que leva à intenção do motorista em comprar peças usadas de caminhões. Durante a viagem, a dúvida sobre ter sido ou não uma boa opção tende a atormentar, uma vez que o barato pode sair caro.

Manter a manutenção preventiva e a conservação dos caminhões é essencial para evitar gastos desnecessários, acidentes e garantir o sucesso do negócio.

Pensando nisso, neste artigo, elencamos os principais riscos em se utilizar peças usadas de caminhões, para que você fique por dentro dos itens que podem trazer prejuízos para sua frota. Acompanhe!

Qual é a importância da manutenção preventiva?

É muito importante uma manutenção preventiva, pois, ao longo da estrada, diversos tipos de problemas e/ou acidentes podem ocorrer. Assim, com uma boa manutenção, partes desses problemas podem ser evitadas facilmente.

Comprar peças usadas pode sair caro depois. Isso porque alguns itens não têm garantia, vistoria nem mesmo um selo de autenticação de qualidade, tornando-se muito arriscado usar peças usadas. Sem a garantia ou confiança, nunca se sabe o que pode acontecer no meio do caminho.

Quais são os riscos em utilizar peças usadas de caminhões?

O maior problema de utilizar peças usadas é que não se sabe a procedência delas e se ainda estão em boas condições. Peças usadas são geralmente vendidas de caminhoneiros aposentados ou obtidas em leilões. Por esse motivo, é considerada arriscada a compra de tais produtos.

Veja, a seguir, os principais riscos em comprar peças usadas de caminhões.

Ausência de garantia

A falta de garantia e a de confiança são fatores que caminham juntos com tais peças. Isso porque não dá para saber com precisão como está a vida útil de cada peça, logo nunca se sabe quando quebrará ou começará a apresentar defeitos.

Aumento do consumo de combustível

O aumento do consumo de combustível é eminente, pois caminhões novos gastam menos combustível para se locomoverem. Isso é perceptível quando as peças do caminhão envelhecem, percebendo com clareza o aumento do consumo de combustível.

Desse modo, usar itens usados, além de acelerar esse processo, pode causar mais danos que o imaginável, como afetar peças intactas. Essa condição pode gerar mais prejuízo que o aumento do combustível, aumentando o custo na taxa de transportes de cargas.

Menor durabilidade

A menor durabilidade também é algo para ser colocado em questão. Com menor durabilidade, mais rapidamente haverá a troca por outra peça, gerando um ciclo de trocas e custos frequentes, além de causar mais prejuízo que comprar peças novas.

Perda de oportunidades de trabalho

Esta também é outra condição causada por utilizar peças usadas de caminhões, gerando uma consequência de todos esses problemas. O uso de peças em mau estado afeta diretamente o tempo de entrega de cada tipo de carga. Com isso, o almejado nunca será o que demora mais.

Aumento do risco de acidentes de trânsito

O risco de acidentes de trânsito é algo claro e esperado, uma vez que não há garantia alguma da procedência, qualidade e vida útil de cada peça. Esse cenário pode resultar em acidentes de baixo até alto risco, levando à morte.

Não se recomenda peças usadas em caminhões, pois as consequências trazem mais malefícios do que benefícios, prejudicando o consumidor por obtê-las.

A falta de garantia e baixa durabilidade podem trazer depreciação do caminhão e diminuir a vida útil de outros itens. Assim, a melhor opção de escolha na hora de comprar são as peças novas, as quais passaram por testes e garantias, obtendo os selos de autenticação de segurança e fonte confiável.

Gostou do nosso artigo sobre os riscos de usar peças usadas de caminhões? Então compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a terem informações importantes como esta.

Sobre o autor

RockContent

Deixar comentário.

Share This