Gestão

Fique de olho em 5 fatores que interferem na bateria de caminhão

bateria de caminhão
Movisat
Escrito por Movisat

Para realizar um controle de manutenção de frotas eficaz, é essencial estar atento a alguns itens de destaque. A bateria de caminhão deve estar bem conservada, e o funcionamento de todos os equipamentos relacionados deve estar de acordo com os parâmetros da montadora.

Porém, alguns erros são recorrentes e continuam causando dores de cabeça aos gestores. Pensando nisso, elencamos alguns deles e as nossas sugestões para eliminar essas ocorrências de vez. Continue a leitura para descobrir quais são!

1. Usar aparelhos eletrônicos na cabine

Alguns equipamentos eletrônicos utilizados em cabines de caminhão, como carregadores de celular, navegadores por GPS e televisores, deixam o ambiente mais confortável para longas e desgastantes viagens.

Porém, a utilização excessiva desses equipamentos é prejudicial à bateria. Isso porque eles podem sobrecarregar o sistema, principalmente quando acionados ao mesmo tempo. Assim, tenha especial cuidado quando o ar-condicionado e o sistema de iluminação já estiverem ligados.

A boa notícia é que não é preciso banir definitivamente os aparelhos da sua cabine. É possível utilizá-los moderadamente, procurando manter o controle do que está efetivamente ligado. Essa medida garantirá que a sua bateria seja poupada dos excessos provocados pelos eletrônicos.

Outra dica importante é priorizar os aparelhos recomendados pela montadora e aqueles que tenham o selo do Inmetro. Isso garantirá que os equipamentos eletrônicos escolhidos estejam dentro de um nível aceitável de utilização — poupando a bateria.

2. Desligar e ligar o motor diversas vezes

Condutores que se deparam com longos engarrafamentos costumam desligar o motor para economizar gasolina. Porém, o melhor a se fazer é encontrar outras formas de economizar nos abastecimentos, como a contratação de um software de controle de abastecimentos.

Isso porque a prática de desligar e ligar o motor diversas vezes é diretamente prejudicial à bateria. A partida do caminhão é o momento de maior demanda de energia elétrica e, com a movimentação reduzida do veículo, o alternador acaba não conseguindo suprir essa exigência.

Assim, com a energia perdida ao desligar e ligar continuamente, os acumuladores podem ser completamente descarregados. É importante notar, também, que luzes acesas e motor desligado formam uma má combinação: nesse caso, há um consumo ainda maior de energia elétrica.

3. Utilizar peças paralelas

Para manter a durabilidade das baterias em um bom nível, priorize as peças originais de fábrica. Elas são devidamente testadas e recomendadas pela montadora do próprio veículo e são a garantia de que tudo funciona de forma adequada.

Desse modo, é possível evitar fugas inesperadas de energia, falhas nos conectores e superaquecimento de componentes. 

4. Deixar de fazer revisões periódicas

A manutenção preventiva é obrigatória para garantir um bom nível de durabilidade do caminhão. As revisões periódicas são uma parte essencial desse planejamento, e as baterias não ficam de fora desse exame.

Assim, é importante levar os veículos à concessionária para a checagem de alguns itens, como conectores, velas de ignição e cabos. As revisões periódicas serão realizadas para visualizar o estado de conservação geral das peças e conferir o máximo de vida útil às baterias e a outros elementos. Além disso, é possível contar com um sistema de gestão de manutenções para não se perder no registro de datas das operações.

5. Não desconectar a chave geral

Naqueles períodos em que o caminhão tem que ficar parado por alguns dias, como em caso de férias de um determinado condutor, é essencial que a chave geral do sistema elétrico seja desconectada. Isso porque, com exceção do tacógrafo, todos os itens que consomem a bateria serão desligados.

Assim, será possível observar um aumento considerável na vida útil das baterias com a eliminação de uso dos aparelhos no modo stand-by. O manual do proprietário, produzido pela montadora, vai informá-lo sobre a localização dessa chave geral. Caso o veículo não tenha uma, é uma boa ideia contatar a concessionária e conferir a possibilidade de instalar a peça.

Entendeu como eliminar de vez essas ocorrências? Além de ações práticas que podem ser adotadas sem prejuízo à gestão da frota, vimos que é possível contar com algumas soluções digitais de ponta para otimizar a utilização da sua bateria de caminhão.

Quer saber mais sobre gestão de frotas? Então, leia agora mesmo nosso post sobre como aumentar a vida útil dos seus pneus!

Sobre o autor

Movisat

Movisat

Somos uma empresa de Rastreamento Veicular, especializada em Gestão de Frotas e Equipes. Nosso sistema auxilia na automatização de rotinas e processos, otimizando tomadas de decisões dos gestores através de dados precisos sem erro humano.

Deixar comentário.

Share This