Conheça 4 formas de fazer a gestão de estoque com eficiência!

Conheça 4 formas de fazer a gestão de estoque com eficiência!

4 minutos para ler

O estoque é uma das áreas mais importantes de qualquer empresa. No entanto, geri-lo de maneira adequada não é nada fácil, já que existem diversos erros que são muito comuns e acabam prejudicando os negócios, fazendo com que ocorram prejuízos desnecessários no final do mês.

Porém, com algumas atitudes simples, dá para mudar completamente esse cenário e tornar esse setor muito mais eficiente. Neste post, nós daremos as melhores dicas e ajudaremos você a ter uma gestão de estoque excelente. Confira!

Qual é a importância de realizar a gestão de estoque?

A atividade ocupa um lugar muito mais estratégico na empresa, uma vez que compõe o chamado capital de giro — ou seja, a quantidade de dinheiro disponível que a empresa tem para se manter no mercado por um determinado período de tempo.

Sendo um dos ativos mais importantes do capital circulante, já que pode ser liquidado a qualquer momento, o controle de estoque deve ser visto de maneira estratégica, integrando-se aos diversos setores da organização, por impactar diretamente em várias atividades.

A falta de um controle de estoque adequado pode representar a perda de uma possibilidade de venda para as empresas, além de gerar prejuízos.

Qual é a relevância de realizar o controle de frotas?

Ele fornece todas as informações importantes para que o gestor possa ter uma base sólida e adequada sobre suas operações, de forma a facilitar e auxiliar no processo de tomada de decisão, definição de estratégias, otimização de processos, implementação de melhorias e análise dos resultados.

Com todas essas melhorias, é possível obter alguns benefícios, como:

  • redução de custos;
  • melhoria no nível de serviços;
  • aumento da produtividade;
  • aumento de eficiência;
  • maior lucratividade.

Quais as maneiras de fazer uma gestão eficiente?

1. Registrar todos os processos

Ao optar por gerenciar os processos da sua empresa por meio de um software, todos estarão registrados, sendo possível analisar o histórico e emitir relatórios com as variações de faturamento. Ter esse acesso rápido fará com que a gestão de estoque seja bastante eficiente.

Além do mais, conhecer as preferências de aquisição dos seus clientes fornece embasamento para campanhas de marketing mais direcionadas e estratégicas.

2. Acompanhar os indicadores de desempenho

Os principais indicadores para lidar com esse setor e para tornar a gestão de estoque ainda mais eficiente são estes:

  • número de produtos;
  • cobertura de estoque;
  • giro de estoque;
  • tempo de reposição;
  • ponto de pedido;
  • taxa de retorno.

3. Fazer previsão de demanda

A previsão de demanda é uma variável muito importante para a gestão de estoque. E essa gestão é a principal preocupação ao se realizar a análise mercadológica, de preferência, por um ou outro produto.

Em muitos casos, as empresas fazem seus pedidos sem conhecerem totalmente a demanda, então, a previsão busca ajudar nessa tomada de decisões, para que não sobrem e nem faltem itens.

Além disso, existem vários outros impactos positivos, como:

  • utilização mais inteligente do espaço físico;
  • redução de custos operacionais;
  • melhorias no planejamento orçamentário;
  • comunicação mais efetiva entre as áreas da empresa, com otimização de processos;
  • garantia de competitividade no mercado.

4. Utilizar um sistema de gestão e controle

Para conservar os dados confiáveis e atualizados, cada vez mais, as companhias procuram por sistemas que gerenciam e controlam estoques e também os fluxos do negócio.

A oportunidade de integração desses softwares com padrões de outros setores, com trocas de informações automatizadas, facilita o ganho de tempo e desenvolve os controles. O resultado, geralmente, vale o investimento.

Como esses processos podem influenciar nos resultados?

Separamos as formas como esses processos auxiliam na excelência de resultados. Confira:

  • confiabilidade nas quantidades existentes nos estoques;
  • melhora no fluxo da produção;
  • redução de custos de manutenção de estoque;
  • utilização adequada do capital de giro;
  • influência dos estoques nos resultados financeiros;
  • estratégia frente ao capital de giro e o atendimento a clientes.

Essas são as principais dicas para uma excelente gestão de estoque, um setor vital para o funcionamento de qualquer empreendimento. Com essas atitudes, você terá muito mais controle e poderá conseguir excelentes resultados no final do mês.

Gostou do post? Não deixe de compartilhá-lo em suas mídias sociais para que seus amigos também conheçam essas dicas!

Posts relacionados

Deixe um comentário