Gestão

Conheça as principais tendências para o setor de logística em 2018

Tendências para o setor de logística em 2018
Movisat
Escrito por Movisat

O setor de logística tem mudado rapidamente por processos digitais. O estágio de crescimento se dá devido à evolução dos níveis de consumo. Clientes querem obter melhores experiências de compra, e a entrega dos serviços e produtos adquiridos devem acompanhar essa evolução.

O resultado é o “efeito borboleta” em que riscos e oportunidades são gerados com o desenvolvimento. Se adaptar a esse processo digital requer, principalmente, uma estratégia de investimento em tecnologia que garanta que as companhias tenham competitividade de mercado.

A seguir, abordaremos algumas tendências para o setor de logística em 2018. Continue a leitura!

Melhoria na infraestrutura

De acordo com o levantamento Perspectivas do Investimento, divulgado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES), a taxa de investimentos em logística no Brasil deve ser de 22,2% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018.

Esse incremento do setor de logística traz resultados que virão em longo prazo e serão imprescindíveis para acompanhar as mudanças no setor.

Transparência no relacionamento da empresa com o cliente

Esse será um ponto de convergência. O processo de compra de um produto/serviço e o valor agregado pela empresa devem ser promovidos de forma contínua, já que clientes não estão apenas procurando por aquisição: estão mais exigentes, querem ter experiências personalizadas, e estão mais preocupados com responsabilidade ambiental e social. A expectativa se dá devido ao aumento do acesso à informação.

Evolução dos canais de distribuição

A evolução dos canais de distribuição refere-se à movimentação física de insumos na cadeia de suprimentos, no processo produtivo e na entrega do resultado ao consumidor final.

O cliente não quer apenas receber o produto no prazo estipulado pela empresa. Quer opções de entrega, saber o horário exato da chegada da mercadoria por meio de aplicativos e fazer um feedback à empresa no final do processo.

Investimento em tecnologia

Com o avanço do conceito de Internet das Coisas (IoT), será possível utilizar sensores para acompanhar e traçar a rota dos bens e o envio dessa informação à nuvem (cloud computing), que poderão ser visualizadas em mapas e acessadas em tempo real de qualquer lugar do planeta.

A utilização de robôs, veículos automatizados (Automated Guided Vehicle), ou equipamentos de estocagem automática (Automated Storage / Retrieval System), permitirão alcançar a eficiência máxima na gestão de estoques, além do uso de drones para entregas de pequenas encomendas.

Logística reversa

Promover a logística reversa demonstra comprometimento da empresa com o meio ambiente, e agrega valor ao produto e a sua marca. É necessário investir na destinação adequada de insumos não utilizados ou estoques não aproveitáveis gerados pelo processo produtivo, de acordo com as leis em vigor.

Além disso, o conceito de logística reversa tem aumentado devido ao crescimento do e-commerce: a falta de acesso físico ao produto durante o processo de compra e o grande número de oferta de similares na internet, muitas vezes, promove a incerteza do consumidor ou a sua insatisfação ao receber a mercadoria em casa.

É importante para a imagem da empresa que o setor de logística tenha um processo reverso, com a devolução ou troca de produtos, e que esse seja feito com a mesma eficácia da entrega.

Aumento no uso do rastreamento veicular

Utilizado há alguns anos somente como dispositivo de segurança, o rastreador passa a ser multifuncional como, inclusive, alternativa à contratação do seguro.

Além de segurança, possibilita a redução de custo, com controle de níveis de combustível, velocidade, tempo de jornada de trabalho, quilometragem percorrida, acesso a locais indevidos, e, ainda, coibindo o possível uso de veículos da empresa para assuntos particulares.

Para diminuir prejuízos com perdas de cargas perecíveis ou identificar se foi cumprido o transporte das mesmas em condições ideais, já que é possível também fazer o controle de temperatura das mesmas com alertas em tempo real e por relatório. 

Não precisa mais ser expert em gestão, um bom sistema especializado fornece as informações necessárias para análise e quais ações devem ser tomadas para melhorias na empresa.

Com o uso dessas estratégias, gargalos encontrados no setor de logística, como também nas frotas de veículos de carga, serão minimizados, o que ajuda na melhoria de processos operacionais e, consequentemente, no aumento das margens de lucro da empresa.

Quer manter seu setor de logística atualizado e crescer junto com sua organização? Acompanhe nossas dicas no Facebook e Twitter

Sobre o autor

Movisat

Movisat

Somos uma empresa de Rastreamento Veicular, especializada em Gestão de Frotas e Equipes. Nosso sistema auxilia na automatização de rotinas e processos, otimizando tomadas de decisões dos gestores através de dados precisos sem erro humano.

Deixar comentário.

Share This